Paixão de Cristo (7)

Aos 33 anos de idade, Jesus foi condenado à morte.

A crucificação foi a “pior” morte. Só os piores criminosos foram condenados a serem crucificados. No entanto, foi ainda mais terrível para Jesus. Ao contrário de outros criminosos condenados à morte por crucificação, Jesus deveria ser pregado à Cruz por suas mãos e pés.

Cada prego TINHA ENTRE 6 e 8 polegadas de comprimento.

Os pregos foram incorporados na munheca dele. Não em suas palmas como é comumente retratado. Tem um tendão na munheca que estende-se até ao ombro. Os guardas romanos sabiam que quando os pregos estavam sendo cravados na munheca o tendão se rasgaria e se quebraria, forçando Jesus a usar suas costelas para se sustentar, para que ele pudesse respirar.

Seus dois pés foram cravados juntos. Foi assim que foi forçado a apoiar-se no único prego que amarrava os seus pés à cruz. Jesus não conseguiu se apoiar com suas pernas pela dor. Então ele foi forçado a alternar entre arquear suas costas. Usava suas pernas só para continuar seu respirar. Imagina a luta, a dor, o sofrimento, a coragem que o suportou.

Jesus suportou essa realidade por mais de 3 HORAS.

Sim, mais de 3 HORAS!

Você imagina esse tipo de sofrimento? Alguns minutos antes de morrer, Jesus parou de sangrar. Simplesmente estava jorrando água das suas feridas.

De imagens comuns, vemos feridas em suas mãos e pés e até mesmo a ferida de lança ao seu lado… Mas não nos damos conta que suas feridas, na verdade, elas foram feitas em seu corpo por um martelo dirigindo unhas grandes através do pulso, os pés se sobrepõem e um prego mesmo grande martelado através dos arcos, depois um guarda romano perfurando o seu lado com uma lança. Mas Antes dos pregos e da lança, Jesus foi açoitado e cuspido. As chicotadas foram tão severas que rasgaram a carne do seu corpo. A surra tão horrível que recebeu em cara que se arrancou e sua barba arrancou do seu rosto. A coroa de espinhos embutida profundamente no seu couro cabeludo. A maioria dos homens não teria sobrevivido a essa tortura.

Não tinha mais sangue para sangrar, só a água jorrando de suas feridas. O corpo humano adulto contém cerca de 4,5 litros (um pouco mais de um galão) de sangue.

Jesus derramou todos os 4,5 litros do seu sangue; ele tinha três pregos cravados nos seus
membros; uma coroa de espinhos sobre a sua cabeça e, além disso, um soldado romano que enfiou uma lança no seu peito..

Tudo isso sem mencionar a humilhação que sofreu depois de levar a Cruz por quase 2 km, enquanto a multidão cuspia em seu rosto e lhe lançavam pedras (a cruz era de quase 30 kg de peso, só para a sua parte mais alta, onde estavam as suas mãos pregadas).

Jesus teve que suportar essa experiência, para abrir as portas do céu, para que você possa ter gratuitamente o acesso a Deus. Para que seus pecados possam ser “lavados” e levados longe. Todos eles, sem exceção!

Não ignore esta situação.

Jesus Cristo morreu por você!

Ele morreu por você!

Medite e diga: AMÉM!