São Pedro Apóstolo (2)

Últimos Tiempos | José Alberto Villasana Munguía, 03/12/2019

São Malaquias de Armagh, Bispo e Monge irlandês, recebeu uma profecia sobre a sucessão dos Papas que seria de Celestino II, “Ex caſtro Tiberis” (De um castelo do Tibre), ao último Papa da série romana, que governará a Igreja durante a extrema perseguição, o “Petrus Romanus” (Pedro, o Romano). No penúltimo lugar, está o Papa Bento XVI “Gloria olivae” (Glória da Oliveira). Por alguma razão, São Malaquias não menciona o padre Jorge Mario Bergoglio, em quem a profecia de São Francisco de Assis é cumprida: “haverá um Papa não-canonicamente eleito que causará um grande cisma na Igreja”.

Conchita González, Vidente de Garabandal, revelou que depois do Papa João XXIII haveria três papas que já passaram (“quatro, mas um não conta, porque durará muito pouco”). E com Bento XVI começa a transição para os “últimos tempos” da Igreja Católica Romana como a conhecemos hoje. Bento atualmente ainda é o Vigário de Cristo carregando o munus petrinus nos ombros, como ele queria e deixou estabelecido em seu discurso de renúncia: (cf. Vigário).

Bergoglio nomeou 61 Cardeais que, sendo um papa eleito “não canonicamente”, são cardeais inválidos, de acordo com o artigo 76 da Constituição que governa o Conclave: “Se a eleição fosse realizada de maneira diferente como é prescrito nesta Constituição ou as condições estabelecidas na eleição não foram observadas, é nula e sem efeito, sem qualquer declaração de propósito e, portanto, não confere nenhum direito à pessoa. escolhida”: (cf. Antipapa).

Por outro lado, há Cardeais nomeados por João Paulo II e Bento XVI que se autodeclararam, como o próprio Bergoglio e o grupo de São Galo, ou também caíram em heresia: (cf. São Galo).

Em uma situação tão excepcional, o número de Cardeais válidos e fiéis à fé católica necessários para eleger um verdadeiro Papa não atende. Portanto, espera-se que a profecia recebida pela mística Isabella Canori Mora seja cumprida: São Pedro escolherá diretamente um verdadeiro Papa.

A Beata italiana escreveu em 1820: “O pequeno rebanho de fiéis católicos, abrigados sob as árvores em forma de cruz, foi então levado ao pé do trono de São Pedro. O santo escolheu o novo pontífice e toda a Igreja foi reordenada de acordo com as verdadeiras opiniões dos Santos Evangelhos; as ordens religiosas foram restabelecidas e todas as casas dos cristãos se tornaram o mesmo número de casas religiosas penetradas”.

O mais lógico é que essa escolha do céu acontecerá após o martírio de Gloria olivae, após o qual Petrus Romanus governará a Igreja durante a Grande Tribulação, imediatamente antes de “o Justo Juiz” retornar para julgar seu povo, seguindo novamente São Malaquias.

A irmã Lúcia diz na Terceira Parte do segredo de Fátima: “E vimos sob uma imensa luz semelhante à forma como as pessoas se olham no espelho quando passam diante dele, um Bispo vestido de branco que tinha a sensação de que ele era o Santo Padre, fugindo de uma cidade em ruínas, vacilante e hesitante, arrependido de dor e tristeza, orando pelas almas dos corpos que encontrou ao longo do caminho. Posteriormente, vimos o Santo Padre escalar uma montanha íngreme em cujo cume havia uma grande cruz de madeiras ásperas como se fossem sobreiros: alcançou o topo da montanha, prostrado de joelhos ao pé da grande cruz, ele foi morto por um grupo de soldados que dispararam vários tiros e flechas; e da mesma forma os Bispos, padres, morreram um após o outro”.

Essa parte do segredo coincide com a revelação que o Papa São Pio X teve: “Tive uma visão terrível: não sei se serei eu ou um dos meus sucessores, mas vi um papa fugindo de Roma entre os corpos de seus irmãos. Ele se refugiará incógnito em algum lugar”.

Ou seja, de acordo com o Papa São Pio X, o verdadeiro Papa não estará mais em Roma, e a Igreja retornará às catacumbas, como nos primeiros séculos do cristianismo.

Também em 1820, a Beata Anne Catherine Emmerick, uma religiosa agostiniana, teve uma visão semelhante à de Isabella Canori no mesmo ano: “Vi uma forte oposição entre dois Papas e vi quão terríveis serão as conseqüências da falsa igreja. Vi que a Igreja de Pedro será prejudicada pelo plano de uma seita. Quando o reino do Anticristo estiver próximo, aparecerá uma religião falsa que será contra a Unidade de Deus e de sua Igreja. Isso causará o maior cisma já visto no mundo”.