Rússia (1)

Tropas russas se alinham para a marcha dos comunistas no Kremlin.

Autor: John-Henry Westen |  LifeSiteNews | 4 de maio de 2017

Como eu estive pesquisando Fátima para vários compromissos este ano, eu fui confrontado repetidamente pela insistência de Nossa Senhora na consagração da Rússia. Que depois de feito, bem como a prática dos Cinco Primeiros Sábados de reparação, Nossa Senhora prometeu que a Rússia seria convertida e um período de paz seria dado ao mundo. Se não, a Rainha do Céu advertiu, a Rússia “espalhará seus erros por todo o mundo, causando guerras e perseguições à Igreja”. Ela acrescentou: “O bom será martirizado, o Santo Padre terá muito a sofrer, ser aniquilado”.

“No final, meu Imaculado Coração triunfará”, disse ela. “O Santo Padre consagrará a Rússia a mim, e ela se converterá, e um período de paz será concedido ao mundo.”

É claro que o Papa João Paulo II confiou o mundo ao Coração Imaculado em 1984, mas ainda esperamos esse período de paz. Vimos mais guerras, massacres, mártires e abortos no último meio século do que nunca. Sinceramente, ainda não vimos a aniquilação de várias nações. Mas o que tudo isso tem a ver com a Rússia?

A Rússia, na mente da maioria das pessoas, é o originador do comunismo – pensado principalmente como um sistema econômico que compete com o capitalismo. No entanto, quando realmente compreendemos o comunismo, a propagação dos erros da Rússia torna-se reconhecível.

“The Naked Communist” é a fonte mais concisa e direta que delineia objetivos comunistas e ideológicos. Foi escrito por W. Cleon Skousen, um ex-agente do FBI que usou muitas fontes originais e a melhor inteligência do FBI durante sua investigação da infiltração comunista nos Estados Unidos. O livro está registrado no Arquivo do Congresso e o presidente Ronald Reagan comentou sobre ele dizendo: “Ninguém está mais qualificado para discutir a ameaça a esta nação do comunismo”.

Uma seleção dos objetivos do comunismo listados por Skousen servem para ilustrar sua disseminação para todas as nações, especialmente o Ocidente:

  • Eliminar todas as leis que governam a obscenidade chamando-as de “censura” e uma violação da liberdade de expressão e da imprensa livre.
  • Quebrar padrões culturais de moralidade promovendo pornografia e obscenidade em livros, revistas, filmes, rádio e TV.
  • Apresentar a homossexualidade, degeneração e promiscuidade como “normal, natural, saudável”.
  • Infiltrar-se nas igrejas e substituir a religião revelada pela religião “social”.
  • Desacreditar a Bíblia e enfatizar a necessidade de maturidade intelectual que não precisa de uma “muleta religiosa”.
  • Eliminar a oração ou qualquer fase de expressão religiosa nas escolas com o fundamento de que ela viola o princípio da “separação da igreja e do Estado”.
  • Desacreditar a família como uma instituição. Incentivar a promiscuidade, a masturbação e o divórcio fácil.
  • Enfatizar a necessidade de afastar as crianças da influência negativa dos pais. Atribuir “preconceitos, bloqueios mentais e retardamento das crianças à influência supressiva dos pais”.

Além do comunismo, entretanto, outro dos erros da Rússia se espalhou por todo o mundo – o aborto. O aborto foi primeiramente legalizado na Rússia em 1920. Até hoje, a Rússia tem a maior taxa de aborto no mundo per capita. Com uma população de 143 milhões, há 1,2 milhões de abortos por ano.

Não há dúvida de que as predições e promessas de Maria se tornarão verdadeiras. Nossa Senhora de Fátima previu a Segunda Guerra Mundial e até notou um sinal de alerta que a precederia. Ela alertou sobre a praga maciça de impureza que infestou o planeta. Ela deu as tarefas a serem cumpridas para o Triunfo de Seu Imaculado Coração e Ela será fiel a essas profecias também.

Então, como nós honramos nossas próprias mães este mês, vamos examinar novamente os pedidos de Nossa Senhora e colocá-los em prática. Ela pediu oração, particularmente o Santo Rosário e a devoção do Escapulário Marrom. Ela pediu reparação pelos pecados e atos perpetrados contra a Graça de Deus e blasfêmias contra os Sagrados Corações de Jesus e Maria, especialmente com a prática dos Cinco Primeiros Sábados. E, finalmente, pediu a Consagração ao Imaculado Coração de Maria, tanto a título pessoal como, publicamente, a da Rússia pelo Papa e todos os bispos do mundo.

Quase todos esses assuntos estão sob nosso controle pessoal. Não há melhor momento do que este ano, especialmente durante a estação da Ressurreição, a estação da Páscoa, para implementar essas práticas em nossas vidas. Vamos pegar a arma do Rosário – nosso cordão umbilical a Nossa Mãe Celestial. Façamos a devoção dos Cinco Primeiros Sábados e ensinemos aos nossos filhos. Consagremo-nos ao Coração Imaculado como ensinou São Luís de Montfort e São João Paulo, “indispensável a quem quer dar-se sem reservas a Cristo e à obra da redenção”.

Fonte: LifeSiteNews

Foto: Shutterstock.com

Anúncios